SangraLove

(Janeiro 2006)

Nesse segundo volume, ficou pra trás todo o jugo nocivo e não virtuoso que marca o rastro da humanidade nesse planeta. Buscando uma consciência superior, já é possível afinar o canal com o universo em expansão aritmética. Todos os pecados foram superados. Não há mais dominados e dominadores. Os déspotas não inventam novas guerras, agora colhem flores. Os nervos de aço sangram amor e já são generosos o suficiente para suportar a lascidão de toda a existência material.

Assim como A carruagem, Sangralove é um disco contemplativo e propõe uma série de reflexões. Pode ser enxergado como um disco de amor. Porém, propõe um trajeto e uma estética bem peculiares na hora de tratar o tema. Busca caminhos que contextualizem o sentido mais amplo da palavra: não é o amor de apego, o amor objetivo, o amor mundano. É, antes, um sentimento de despreendimento, uma mente que deseja o bem comum.

O homem se transformou numa espécie mais evoluída pois entendeu que faz parte de um contexto universal maior. Entendeu seu papel no cosmos, entendeu de onde vem e para onde vai. Está se desligando da carne em busca de uma consciência superior. Esse é o panorama que Sangralove busca investigar.

Além das 7 faixas autorais, apresenta uma música de Fernando Coelho, “Cobra e Sangue”, e uma releitura da canção “El Condor Pasa”, gravada originalmente por Symon & Garfunkel, que afina-se perfeitamente com o contexto e o conceito do álbum.

Compre via Paypal

Deposite R$15.00 no Banco Santander, Agência 3633, Conta Corrente 01002862-0 e envie o comprovante para renatocortez@gmail.com

ou pague via PayPal usando o botão abaixo

Valeu por fazer o download de graça! Em troca, divulgue no seu Twitter e Facebook! Não custa nada, também! E ajuda bastante!






Por favor, adicione seu email pra receber notícias de Seychelles. São poucos, nós também odiamos spam! E nunca divulgaremos seu email pra ninguém.

Valeu!

Outra forma de colaborar é dando uma contribuição via payPal

Produção de Renato Cortez

Projeto gráfico por Serguei Dias

Fernando Coelho participou das gravações

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *